ANESTESIA OBSTÉTRICA

Um Momento Único para você.

Quanta expectativa! O grande momento está próximo. Nesta hora tão importante para pais e recém chegados filhos o médico anestesista estará com você. Independentemente da opção do parto, cesareana ou parto normal, o anestesista poderá oferecer à gestante e seus familiares conforto e segurança durante o nascimento de um bebê. Saiba mais como atua o anestesista na hora do parto.

Através da analgesia de parto é possível diminuir drasticamente a "dor do parto", sem comprometer a segurança do feto e da gestante.

Parto Normal - Analgesia

O Trabalho de Parto pode ser um período de longas horas. Inicia-se muitas vezes de maneira insidiosa com apenas algumas contrações e acaba evoluindo para uma situação menos confortável com o aumento da frequência das contrações e da intensidade das dores lombares e do próprio ventre.

É natural que durante o trabalho de parto ocorra a dilatação do colo do útero. Esta dilatação é medida em centímetros e vai de 0 a 10 cm ou diltação total.

Por volta do 6 ou 7 centímetros pode acontecer de a famosa "dor do parto" atingir patamares intoleráveis pela paciente. É neste momento que frequentemente o anestesista é chamado para executar a analgesia de parto através de uma raquianestesia e/ou anestesia peridural apropriadas para a realização do parto vaginal.

Parto Cesárea - Anestesia

Existem algumas opções para a anestesia do parto cesárea ou cesariana. Anestesia geral e peridural podem ser utilizadas, embora modernamente no Brasil e muitos outros países a RAQUIANESTESIA seja a técnica de escolha de anestesistas e pacientes. Existem vantagens como o rápido inicio de ação, a intensidade da anestesia e a diminuição dos riscos de aspiração do conteúdo do estômago (este risco é muito maior no caso de anestesia geral para gestantes)

Web-Stat: real-time traffic stats for your web site (615522)
Saiba Mais